Espanhóis invadem as flores portuguesas com as suas abelhas

Desde o início da década de 1990, com a entrada “desordenada” de grande quantidade de colmeias vindas na sua esmagadora maioria da região espanhola de Salamanca, que as relações entre os apicultores dos dois países estão longe de ser pacíficas. A abundância de abelhas vindas do outro lado da fronteira causa distúrbios na produção e na sanidade das explorações nacionais nas regiões da raia portuguesa de norte a sul do país.